Guaco

guaco

Descrição
O nome popular Guaco é utilizado para se referir a várias espécies de plantas do gênero Mikania. No Brasil, predomina a espécie M. leavigata e M. guaco. Trata-se de uma planta do tipo trepadeira nativa da América do Sul que pode atingir 2 a 3 metros de altura. Possui folhas verdes, largas, em formato de coração que quando amassadas, exalam um odor que lembra à abóbora. Suas flores, pequenas, também possuem um agradável odor de baunilha, mais intenso após a chuva.

Indicações
Índios nativos da região amazônica há muito tempo usam folhas de Guaco trituradas ou chá de suas folhas como tratamento para picadas de cobras. Estudos também comprovam a eficácia do Guaco no tratamento de bronquites, tosses, como expectorante e outras afecções respiratórias. Outros estudos recentes indicam que o Guaco pode ser eficaz também para úlcera, tendo efeito mais positivo que a Espinheira-Santa.

Nome em inglês: Guaco, huaco, vejuco, bejuco

Ginseng

ginseng

Descrição
Ginseng é um gênero de plantas que compreende 11 espécies, dentre as quais, as mais estudadas, documentadas e comercializadas como planta medicinal são a Panax Gínseng conhecido como Ginseng asiático e Panax quinquefolius, espécie cultivada nos Estados Unidos. Trata-se de uma planta de pequeno porte, geralmente 30 a 50 cm de altura, com 3 ramificações, cada uma contendo 5 folhas. Seu fruto é pequeno, de coloração vermelha, lembrando uma amora. Porém, para uso terapêutico, a parte do Ginseng mais utilizada e valiosa é seu rizoma/raiz.

Indicações
O Ginseng vem sendo utilizado na Ásia como planta medicinal e na culinária local por milhares de anos, principalmente na China e na Coréia. Na medicina popular, o Ginseng é indicado para combater stress, cansaço e fadiga, melhorar a vitalidade física, imunidade, concentração, memória e capacidade mental. Outro uso bastante popular do Ginseng é para tratar problemas de ereção em homens. Alguns estudos indicam que o Ginseng pode trazer benefícios como auxiliar no tratamento da diabetes tipo II.

Nome em Inglês: ginseng

Ginkgo Biloba

ginkgo_biloba

Descrição
Ginkgo Biloba é uma árvore relativamente grande, normalmente atingindo 20 a 30 metros de altura. No outono, suas folhas adquirem uma coloração amarelo brilhante e caem (decídua). Foram encontrados fósseis relacionados com a espécie moderna de Ginkgo Biloba datados em mais de 270 milhões de anos. Outra característica marcante dessa árvore é sua extrema resistência a condições adversas como poluição,
insetos, condições climáticas desfavoráveis como ventos e neve, e inclusive, radioatividade.
Uma árvore de Ginkgo pode sobreviver por aproximadamente 2.000 a 2.500 anos. Por esses motivos, e também por ser uma árvore bela, árvores de Ginkgo são freqüentemente plantadas ao longo de ruas e avenidas.

Indicações
Extrato de folhas de Ginkgo é mais comumente utilizado como agente para potencializar a memória. Outros usos medicinais incluem: melhorar a circulação sanguínea, proteger as células dos efeitos nocivos dos radicais livres, anti-envelhecimento, problemas de concentração, problemas de vertigem, entre outros.
Alguns estudos indicam que as sementes de Ginkgo têm propriedades que combatem o câncer.

Nome em Inglês: Maidenhair tree, gingko

Espinheira-Santa

espinheira_santa

Descrição
A Espinheira-Santa é uma arvore de pequeno porte, arbustiva, nativa da América do Sul. Atinge aproximadamente 1 a 2 metros e suas folhas que possuem pares de espinhos em sua margem, daí o nome popular. As flores são pequenas e têm um tom amarelo-esverdeado, enquanto seus frutos são pequenos e escuros quando maduros.

Indicações
A Espinheira-Santa e utilizada na medicina popular, através da infusão de suas folhas, para tratamento de ulceras e outros problemas estomacais como azia, má digestão e gastrite. Existem alguns relatos que descrevem a Espinheira-Santa sendo utilizada como método
contraceptivo. Outro uso comum é para curar a ressaca alcoólica. Externamente, a Espinheira-Santa também é utilizada como agente cicatrizante, anti-séptico e tonificante.

Erva-Cidreira

erva_cidreira

Descrição
a Erva-Cidreira, também conhecida pelo nome popular de “Melissa”, é uma planta da mesma família e  que tem aspecto semelhante à hortelã, medindo entre 30 e 60 cm de altura, podendo, em certos casos, ultrapassar essa altura. Nativa da região sul da Europa e Mediterrâneo, suas folhas diferem da hortelã por terem um tom mais claro e serem maiores. As folhas posuem fragência e sabor  característicos semelhantes ao limão. Suas flores são pequenas, de cor branca ou rosada, seu odor atrai as abelhas.

Indicações
A Erva-Cidreira tem propriedades calmantes, sedativas e também pode ser til em casos de resfriados com febre (febrífugo). Também pode ser utilizado para combater estresse, problemas gastrointestinal e insônia, Na medicina popular, também acredita-se que esfregando folhas de Erva-Cidreira pelo corpo pode ajudar a repelir mosquitos, muito utilizada na forma de chás e óleo essencial na aromaterapia.

Nome em Inglês: emon Balm

Equinácea

equinacea

Descrição
A Equinácea é um gênero de plantas originária da América do Norte, desde o sul do Canadá até a zona central dos Estados Unidos, sendo atualmente cultivada na Europa. A espécie mais cultivada e estudada é a Echinacea Purpurea. Suas flores são geralmente da cor rosa púrpura, e com meno s freqüência, amarelas ou brancas. Por tolerar varias condições climáticas e se multiplicar rapidamente, a Equinácea é utilizada também como planta ornamental em jardins.

Indicações
Como planta medicinal, o uso mais comum da Equinácea é para melhorar o sistema imunológico, prevenção e combate a gripe e resfriado. Suas raízes também são utilizadas para tratar queimaduras e ferimentos devido a sua ação antibacteriana. Índios nativos americanos tinham conhecimento dos poderes medicinais dessa planta e usavam a Equinácea para tratar todo tipo de picadas de insetos, inclusive para tratamento de mordidas de cobras venenosas usando uma infusão de Equinácea. Os nativos americanos também fumavam a planta para aliviar a dor de cabeça e mastigavam sua raiz para combater dor de dente. Outros usos da Equinácea incluem tratamento e prevenção de infecções respiratórias.

Nome em Inglês: Echinacea

Confrei

confrei

Descrição
Planta perene nativa da Europa e Ásia, vem sendo cultivada por mais de 2.000 anos e utilizada como remédio natural, alimento e pastagem. Possui folhas grandes, verde, de formato lanceolado na sua base e um pouco menores na parte superior. Suas folhas são cobertas por pêlos que podem causar irritação quando tocadas. Atinge em geral, entre 60 e 90 centímetros de altura. O Confrei produz pequenas flores de cor amarela, creme ou rosa. As raízes são escuras, de formato semelhante ao nabo.

Indicações
Usado internamente, o Confrei pode causar danos ao fígado. O Ministério da Saúde proíbe o uso interno do Confrei no Brasil. Externamente pode ser usado em forma de emplastros, cataplasmas e tinturas. Possui propriedades antiinflamatória e cicatrizante e favorece a formação de tecidos novos e rejuvenescimento de células. Indicado para casos de ulcerações externas, queimaduras, ferimentos acelerando o processo de cicatrização.

Nome em Inglês: Comfrey, comphreym knitbone

Cogumelo do Sol

cogumelo_sol

Descrição
O Cogumelo do Sol é um nome registrado que se tornou popular do cogumelo da espécie Agaricus Blazei. Acredita-se que essa espécie de cogumelo é nativa do Brasil, da cidade de Piedade no interior paulista. Mais recentemente, essa espécie é motivo de controvérsias e suspeita-se que o Cogumelo do Sol seja na verdade uma espécie já documentada por botânicos no século XIX: Agaricus subrfescens.

Indicações
O Cogumelo do Sol vem sendo estudado por décadas sendo que as principais propriedades terapêuticas a ele atribuídas são como preventivo de alguns tipos de câncer, principalmente câncer de útero, age como estimulante do sistema imunológico, auxilia na redução da pressão sangüínea e nível de colesterol.

Cimicifuga

cimicifuga

Descrição
A Cimicifuga é uma planta herbácea e perene nativa da América do Norte, onde cresce livremente nas sombras de florestas fechadas, principalmente no Canadá e Estados Unidos. Pode atingir mais de 2 metros de altura, possui folhas largas e verdes próximo a sua base, e longos caules com inflorescência de cor branca no seu topo.

Indicações
Na medicina popular, utiliza-se principalmente o rizoma da Cimicifuga. Desde os tempos dos nativos indígenas americanos, a Cimicifuga é utilizada em complicações na menstruação, tensão pé menstrual e sintomas de menopausa. Infusão de Cimicifuga também é indicada para  reumatismo, diarréia, dor de garganta, tem propriedades sedativa e anti-inflamatória.

Nome em inglês: Black cohosh

Centelha Asiática

centelha_asiatica

Descrição
A Centelha Asiática é uma planta rastejante de pequeno porte, membro da mesma família da salsa, cominho e outras ervas aromáticas, é encontrada na Austrália, Índia, China, Indonésia, Sri Lanka, Japão e regiões próximas, possui folhas verdes, reniformes e produz pequenas flores de coloração rosa e avermelhado.

Indicações
A Centelha asiática vem sendo usada na China e na Índia a centenas de anos, principalmente como tônico rejuvenescedor e revitalizante. Também já foi utilizado para tratar lepra e doenças venéreas como a gonorréia. Atualmente é utilizada em cremes e loções para problemas de pele, cicatrização de ferimentos e manter a pele saudável. Alem disso, estimula a circulação, é diurética, antiinflamatório e  antibacteriano.

Nome em inglês: Asiatic Pennywort, Gotu kola